Buscar

Atraso fatal para deter violência contra as mulheres



Novos casos de violência doméstica contra mulheres cresceram 45% nos últimos cinco anos. Só em 2021 foram 630,7 mil registros de novas denúncias. O número de medidas protetivas concedidas a mulheres ameaçadas também aumentou 71% em cinco anos. A cada dez pedidos de medidas protetivas de urgência (MPUs), nove foram concedidos pelo Poder Judiciário. Ainda assim, há um atraso na concessão de MPUs que pode ser fatal: em média, 30% são concedidas 48 horas depois da solicitação, limite previsto na Lei Maria da Penha. A cada dez registros de violência doméstica contra mulheres, em um a vítima estava com medida protetiva – que foi ignorada pelo agressor. O =igualdades desta semana faz um raio X da violência doméstica no Brasil.


Fonte: Piauí


#pernambuco #violenciadomestica #mulher #leimariadapenha #violenciacontramulher #segurança #feminicídio #apoio #concursos


1 visualização0 comentário