Buscar

Denúncias de importunação sexual contra médicos aumentam em média 48%



A polícia contabilizou, até julho deste ano, seis ocorrências de importunação sexual e mais duas de assédio registradas contra médicos no DF


A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) contabilizou, nos primeiros sete meses deste ano, seis ocorrências de importunação sexual e mais duas de assédio sexual registradas contra médicos. Nos 12 meses de 2021 foram sete denúncias de importunação e nenhum de assédio.


Dessa forma, em 2022, a polícia recebeu, em média, 0,86 denúncias de importunação sexual contra médicos por mês. Já a média mensal de 2021 foi de 0,58 registros. Isso representa um aumento de 48%, em média, nos registros.


Em 2020, os números foram menores: quatro ocorrências de importunação e duas de assédio. Os dados foram obtidos via Lei de Acesso à Informação (LAI).


Fonte: Metropoles


#pernambuco #violenciadomestica #mulher #leimariadapenha #violenciacontramulher #segurança #feminicídio #laquadura


3 visualizações0 comentário